quinta-feira, 16 de junho de 2016

TRAFICANTES NA GAIOLA - integrado resulta na apreensão de mais de 4 toneladas de drogas

Volume de entorpecentes foi apreendido apenas nos primeiros cinco meses de 2016



Investimentos em inteligência e a atuação conjunta das forças ligadas à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) fazem de 2016 um marco positivo no combate ao tráfico de drogas em Mato Grosso. Somente nos primeiros cinco meses do ano, o balanço de apreensões registra mais de quatro toneladas de entorpecentes (entre cocaína, maconha, ecstasy, pasta-base e crack). 

“Essa marca é muito importante para nós. Os números demonstram um esforço conjunto e eficaz entre as forças de segurança estaduais e federais”, avaliou o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

Entre as vitórias mais expressivas do combate ao tráfico neste ano, estão diversas ações qualificadas do Grupo Especial de Fronteira (Gefron). A mais recente, na última sexta-feira (03.06), em uma estrada nas proximidades de Porto Esperidião, resultou na apreensão de 132 pacotes de pasta base de cocaína. “Recebemos investimentos e isso tem feito uma diferença operacional muito grande”, disse o comandante da unidade, tenente coronel PM Jonildo Assis.

Outra atuação do Gefron, em operação conjunta com a Polícia Federal, ocorreu no mês de abril. Foi uma das maiores apreensões do ano: 602 quilos de cocaína, localizados em uma propriedade rural de Porto Esperidião. Três pessoas foram presas na ação.

O comandante do grupamento lembrou que o impacto das apreensões na região reflete na redução de índices de criminalidade. “A droga apreendida não será mais comercializada e ainda vai diminuir as ocorrências de homicídios, roubos e furtos em Mato Grosso e outros Estados”, afirmou.

QUADRILHA ESPECIALIZADA

Os bons resultados não ficaram restritos à fronteira. Na semana passada, uma equipe da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA) localizou uma carga de 461 quilos de maconha em uma casa do bairro Serra Dourada, em Cuiabá. O flagrante foi possível após a DERFVA investigar, durante meses, uma quadrilha especializada em roubos e furtos de automóveis em todo estado. Os veículos obtidos eram trocados por drogas ilícitas em território boliviano.

Para o restante do ano, Rogers Jarbas prometeu fortalecer ainda mais o combate ao tráfico de entorpecentes. “A luta vai continuar intensa. Quanto maior a força do estado, mais famílias serão salvas deste grande mal que são as drogas ilegais”, declarou o secretário de Segurança. 

SESP-MT