segunda-feira, 30 de maio de 2016

Polícia Civil recupera carga de R$ 800 mil em defensivos agrícolas



Grande parte de uma carga de defensivos agrícolas roubada foi recuperada pela Polícia Judiciária Civil, na zona rural de Jangada  (80 km ao Norte), na tarde de terça-feira (24.05). O carregamento de R$ 1,3 milhão do produto era transportado em um caminhão Baú tomado de assalto na rodovia BR 364, próximo a entrada para o Distrito de Bauxi. O veículo seguia de Cuiabá para o município de Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte).

Um terço da carga, cerca de R$ 800 mil, foi localizada dentro do caminhão, em meio ao mato.

O caminhão era seguido por automóvel, quando o motorista foi rendido por um dos bandidos e mantido por cerca de duas horas em cativeiro. Conforme a vítima, um  assaltante entrou no caminhão e, sob arma de fogo, o obrigou a dirigir no sentido da estrada, até que parou e outros ocupantes do segundo veículo desceram, o retiraram do caminhão, colocaram um capuz em  sua cabeça e seguiram com ele no veículo até uma localidade de mata. Lá permaneceu por cerca de 2 duas horas e depois foi liberado.

O motorista conseguiu chegar até a cidade de Jangada e fazer o registro na Delegacia de Polícia, iniciando as investigações da Polícia Civil para recuperação do produto.

O delegado de Rosário Oeste, Guilherme Berto Nascimento Fachinelli, que também responde por Jangada, disse que o caminhão tinha rastreador e pelo sinal conseguiram identificar a localização, uma região de mata com uma clareira aberta, 15 quilômetros no sentido do Distrito de Bauxi, onde também não há sinal de celular.

No local, um dos bandidos, que fazia a guarda do produto, fugiu ao perceber a aproximação da viatura policial.  

A Polícia Civil acredita que os bandidos ainda não tinham conseguido retirar toda a carga do caminhão, geralmente, feita com apoio de caminhonetes. "A ação foi rápida, por isso conseguimos recuperar mais da metade do defensivo, que já foi restituído a transportadora", disse.

O delegado também destacou a proatividade dos policiais, com informações precisas junto ao motorista para localização da carga.

A Gerência de Combate ao Crime Organizado dará continuidade as investigações para identificação e prisão da quadrilha, que vem agindo em roubos de cargas de defensivos na região.

A Sesp também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!

Assessoria/PJC-MT