quinta-feira, 26 de maio de 2016

CFO-PMMT: Juíza leva alunos oficiais da PM para conhecer rotina de penitenciária


A juíza da 1° Vara da Infância e Juventude de Cuiabá, dra. Gleide Bispo dos Santos, visitou o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) na tarde desta terça-feira (17.05), acompanhada de 22 alunos do curso de formação de oficiais da Polícia Militar (PM). O objetivo era mostrar aos futuros policiais a rotina de trabalho de uma das maiores unidades penais de Mato Grosso.

Os visitantes foram recepcionados pelo diretor do CRC, Winkler de Freitas Teles, que mostrou o dia a dia da unidade e os trabalhos e projetos de ressocialização ali implantados. “Mais de 400 dos nossos recuperandos têm ocupação definida ou estão matriculados na escola de ensino regular (fundamental e médio), sendo que centenas conciliam trabalho e estudo”, informou Winkler Teles.

A unidade oferta ainda cursos profissionalizantes disponibilizados por meio de convênios e parcerias com a Fundação Nova Chance (Funac), órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Ações voltadas para garantir os Direitos Humanos dos recuperandos também fazem parte da programação da direção do CRC.

“Seguimos os princípios de igualdade e da promoção do bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, gênero cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação, previstos na Constituição Federal”, explica o diretor. Em 2015, o Governo de Mato Grosso realizou a primeira celebração de união estável entre recuperandos do sexo masculino dentro do Sistema Penitenciário do estado.

O CRC conta ainda com uma das mais bem estruturadas oficinas do Sistema Penitenciário. “O espaço criado é destinado a qualificação profissional dos reeducandos do regime semiaberto, para que ao entrarem no regime aberto possam ser reinseridos no mercado de trabalho”.

Winkler Teles informou ainda que a juíza e os alunos da PM ficaram impressionados com o trabalho executado na unidade. “A juíza parabenizou o estado pelos projetos de ressocialização que são promovidos aqui no CRC”.

 Rodrigo Maciel Meloni|Sejudh-MT